• Pr. Henrique Lino da Silva

Porta Estreita



“Assim percorria Jesus as cidades e as aldeias, ensinando, e caminhando para Jerusalém. E alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que se salvam? Ao que Ele lhes respondeu: Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão.” (Lucas 13:22-24)

Jesus, durante todo o tempo que durou o seu Ministério terreno, vivia constantemente andando, viajando de um lado para outro, ensinando sobre o seu Evangelho. Ele não ficava parado, estava sempre apresentando o Evangelho, mostrando como as pessoas deveriam viver, e isso fazia com que os sacerdotes, os judeus, os religiosos ficassem cada vez com mais raiva Dele, por ir contra as leis de Moisés. Ele mostrava que as pessoas não poderiam viver na prática da lei, deveriam simplesmente praticar o Evangelho que Ele estava apresentando, que as pessoas deveriam simplesmente segui-lo, pois assim seriam salvas, sem sacrifícios ou outra coisa. Bom, em uma dessas vezes em que Ele se dirigia a Jerusalém, como sempre, parava para pregar, para trazer ou levar ensinamentos. Então uma pessoa se dirige a Ele e pergunta-lhe se seriam poucas as pessoas que seriam salvas, que teriam vida eterna. Pergunta que até hoje muitos religiosos, muitos praticantes de religiões ainda fazem; querem saber, ou imaginam, que serão muitas as pessoas que serão salvas, que irão viver por toda a eternidade ao lado de Jesus. A maioria imagina que só de frequentar um templo, uma congregação qualquer, ou cantar, orar, rezar, fazer uns falsos jejuns, ler um versículo da Bíblia, ou fazer qualquer ritual, acham que serão salvos, e estão acomodados. Não percebem que infelizmente irão padecer por toda a eternidade, isto porque eram, ou são, religiosos, mas não seguidores de Jesus, não querem pegar a cruz e segui-lo. Jesus responde que muitos irão querer entrar e não poderão, muitos desejarão entrar e não poderão, e assim, se quiserem, deverão lutar, para entrar, para passar pela porta estreita, pois todos os que escolhem a porta larga não irão conseguir. A porta larga é querer viver aqui de acordo com as suas vontades, seus desejos carnais, e não de acordo com Jesus, por isto Ele disse que tem que porfiar, lutar para entrar, pois é uma luta, e essa luta é, principalmente, contra nós mesmos, contra o entendimento e lógica humana, é contra tudo o que o mundo ensina e defende, tudo o que as religiões apregoam.

“Quando o dono da casa se tiver levantado e cerrado a porta, e vós começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, abre-nos; e Ele vos responder: Não sei donde vós sois; então começareis a dizer: Comemos e bebemos na tua presença, e tu ensinaste nas nossas ruas; e Ele vos responderá: Não sei donde sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniquidade. Ali haverá choro e ranger de dentes quando virdes Abraão, Isaque, Jacó e todos os profetas no Reino de Deus, e vós lançados fora.” (Lucas 13 (25-28). Muitos vivem em práticas erradas, vivem cometendo rebeldias, praticam pecados ocultos, acham que Deus é um deus bonzinho e tolerante com os pecados, acham que a salvação já está garantida e, portanto, podem viver como quiserem. Todos os que se preocupam em ajuntar riquezas aqui e não no Céu, que estão à frente de denominações, congregações, que vivem mentindo, extorquindo, trazendo falsas revelações, ou que acham que por cantarem alguma musiquinha estão louvando a Ele, ou por pregarem quaisquer coisas, ou por conseguirem atrair muitas pessoas, quem sabe por fazer acontecer algum sinal, que apoiam e ensinam a divorciar e casar novamente, os criadores de campanhas, esses que acham que estão salvos no Dia irão ouvir que não, que a Porta está fechada para eles. E por mais que insistam, ela não se abrirá para eles, e apesar de estarem gritando que eram crentes, evangélicos, que pregavam, ensinavam, que iam a igrejas e tudo mais, vão ouvir o Senhor dizer “afaste pois não vos conheço”. O Senhor os mandará para lugar de sofrimento, e ao longe somente verão todos os homens e mulheres de Deus, começando por Abrão e todos os profetas do passado e da atualidade, todos os servos do Senhor, todos os que se submeterem ao Senhor em descanso e alegria eterna, e eles padecendo. Muitas pessoas de várias partes e países do mundo, assim como nós que se converteram, estarão na presença do Senhor, e a maioria irá para o inferno. “Muitos virão do oriente e do ocidente, do Norte e do Sul, e reclinar-se-ão à mesa no Reino de Deus. Pois há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos.” (Lucas 13:29-30).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perseverar