• Pr. Henrique Lino da Silva

Insensatos



“Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi representado Jesus Cristo como crucificado? Só isto quero saber de vós: Foi por obras da lei que recebestes o Espírito, ou pelo ouvir com fé? Sois vós tão insensatos? tendo começado pelo Espírito, é pela carne que agora acabareis?” (Gálatas 3:1-3)

O apóstolo Paulo, nesta carta à igreja da Gálacia, chama a atenção, exorta de forma veemente os gálatas, por estarem se afastando do Evangelho legítimo, verdadeiro, que tinha sido ensinado por ele. O que aconteceu na Gálacia é muito comum nos nossos dias atuais, pois são muitas as pessoas que buscam uma congregação, uma denominação, que leva o nome de evangélica, e essas pessoas a buscam com o objetivo de aprender e conhecer mais de Cristo; geralmente são pessoas que já estão insatisfeitas com as religiões das quais faziam parte, por buscarem a Verdade e não a encontrarem, e agora imaginam que a encontrarão em uma congregação que se diz evangélica. Mas acabam se afastando ainda mais do Senhor, porque se deparam com falsos profetas, falsos líderes, falsos pastores, falsos apóstolos, falsos bispos, pessoas que estão interessadas somente em faturar, querem somente ganhar dinheiro, e por isto ensinam qualquer coisa que possa de alguma maneira agir no emocional das pessoas, fazer com que elas ofertem mais. Fazem com que elas participem dos seus rituais, tais como campanhas, votos, fogueiras santas, e mais outras tantas bizarrices, que servem para afastar as pessoas de Cristo. Portanto, aquelas pessoas que um dia buscaram a congregação com a intenção de conhecer Cristo agora estão distantes e completamente nas mãos de doutrinas de homens, vivendo preceitos estranhos, acreditando que estão fazendo o certo. Por isto, devemos sempre exortar, sugerir, orientar as pessoas a lerem a Bíblia, não temos que distribuir panfletos, e sim distribuir Bíblias, e sempre incentivar que a leiam, pois assim descobrirão a Verdade e a colocarão em prática. Somente lendo a Bíblia, conhecendo a Verdade, poderão sair do engano, e sempre quando formos falar, aconselhar, pregar, que seja sempre fundamentados no Evangelho, na Bíblia, no Novo Testamento, na Nova Aliança feita no Sangue de Jesus. Não importa o que pensemos ou achemos, importa o que Senhor determina, e só sabemos o que Ele fala pela Bíblia, temos que ensinar as pessoas a conhecerem Cristo assim como Ele é e obedecer-lhe.

“Será que padecestes tantas coisas em vão? Se é que isso foi em vão. Aquele pois que vos dá o Espírito, e que opera milagres entre vós, acaso o faz pelas obras da lei, ou pelo ouvir com fé?” (Gálatas 3:4-5). Temos que perguntar: será que as pessoas realmente conhecem Cristo, será que sabem o que é a fé Bíblica? Será que procuram viver por ela, ou ainda estão falando em fé, mas fazendo tudo para conquistar bênçãos e até a salvação através de obras e atos humanos? Se estamos participando de fogueiras santas, se fazemos votos com a intenção de agradar ao Senhor, então estamos invalidando o sacrifício da Cruz, porque no Evangelho sabemos que em Cristo temos liberdade e não temos que fazer nenhum sacrifício, e que somos salvos pela fé em Cristo, e aquela antiga lei que foi entregue por Moisés se cumpriu integralmente, totalmente em Cristo, e nós não temos e nem podemos tentar cumpri-la, uma vez que seria contrário ao Evangelho. Também temos que saber que é impossível alguém cumpri-la integralmente, e quem assim não procede está debaixo de maldição, como a própria lei determina. Hoje nós vivemos pela fé em Cristo, e não através de nada que possamos fazer. Temos que entender que hoje só fazemos jejum se realmente percebermos que estamos fracos espiritualmente, e a função desse ato é para enfraquecer a nossa carne, e durante esse tempo temos que buscar nos fortalecer na fé. Devemos saber que não podemos fazer jejum com a intenção de receber qualquer bênção, milagre ou salvação, também temos que saber que não podemos comprar bênçãos ou milagres com dinheiro, e não podemos fazer nenhum sacrifício. Também saber que o Senhor é Espírito, e, portanto, devemos buscá-lo, adorá-lo também em espírito e em verdade, e não de forma emocional, carnal, porque não temos que nos agradar, mas agradar o Senhor. Sejamos inteligentes e façamos a vontade do Senhor, vivamos o Evangelho, e assim seremos salvos. “Assim como Abraão creu a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça. Sabei, pois, que os que são da fé, esses são filhos de Abraão.” (Gálatas 3:6-7).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino



0 visualização0 comentário