• Pr. Henrique Lino da Silva

Doutrina de Cristo



“Pelo que deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até a perfeição, não lançando de novo o fundamento de arrependimento de obras mortas e de fé em Deus, e o ensino sobre batismos e imposição de mãos, e sobre ressurreição de mortos e juízo eterno. E isso faremos, se Deus o permitir.” (Hebreus 6:1-3)

Temos que deixar para trás ensinamentos, costumes e tradições que nada têm a ver com os ensinamentos de Jesus Cristo. Temos que nos firmar que Jesus é o Filho de Deus e veio ao mundo e passou por todas as humilhações e sofrimentos para nos salvar. Obteve plena e total vitória e hoje está sentado à direita de Deus Pai e é o Senhor, pois recebeu do Pai, o Deus Todo Poderoso, Todo o Poder no Céu, na terra e embaixo da terra, e todos os joelhos se dobram diante Dele. Portanto, o que sabíamos antes de Cristo de nada nos serve, temos somente que viver em Cristo, ou seja, somente acreditar em Cristo. Para nós não existem anjos de guarda, santos protetores ou milagrosos, nem amuletos ou quaisquer espécies de sacrifícios, pois Cristo veio e se ofereceu em nosso lugar, e Ele foi o único Sacrifício aceitável. Assim temos que viver em Cristo, isto é, viver Nele, viver em total obediência a Ele, nossa lei, nosso mundo, todas as respostas buscamos Nele, e não nos permitimos sair, pois sabemos que fora só encontraremos morte, dor e sofrimentos por toda a eternidade. Temos que compreender que não existem fantasmas, pessoas que voltam dos mortos, ou quaisquer espécies de mitos, lendas, como vampiros, mulas sem cabeça, lobisomens e outras tantas coisas. Temos que crer em Jesus e entender que, para sermos salvos Nele, temos que obedecer-lhe, portanto, devemos nos submeter aos batismos nas águas, isto é, batismos por imersão, sabendo que, se não nos batizarmos, não seremos salvos, pois essa é uma determinação Dele. Essas outras coisas que falam por aí, como batismo por aspersão jogando um pouco de água sobre a cabeça e rosto das pessoas não é batismo válido. E também as pessoas só podem ser batizadas adultas e com entendimento, e por livre e espontânea vontade, caso contrário, não terá validade. Temos que ensinar e crer sobre a oração com imposição de mãos, assim como Jesus fazia. Devemos também imitá-lo, se fizermos com fé, libertaremos as pessoas e curaremos qualquer tipo de enfermidade, pois quem tudo faz é Ele.

“Porque é impossível que os que uma vez foram iluminados, e provaram o Dom Celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa Palavra de Deus, e os Poderes do mundo vindouro, e depois caíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; visto que, quanto a eles, estão crucificando de novo o Filho de Deus, e o expondo ao vitupério.” (Hebreus 6:4-6). Assim, quando uma pessoa que conheceu o Senhor entende a Palavra, sabe que não pode pecar e peca, quando comete pecado de maneira deliberada, esperando que o Senhor abra exceção e tenha misericórdia dela, com total certeza essa pessoa irá padecer por toda a eternidade, e não encontrará a misericórdia da parte do Senhor. Isto porque ela está desqualificando o Sacrifício da Cruz, está zombando do Sacrifício de Jesus, pois, mesmo sabendo tudo o que aconteceu, escolheu o pecado, assim está zombando de Cristo, e isso é uma atitude imperdoável por Deus Pai. Conhecendo Deus, sabendo o que é pecado, e a pessoa peca sabendo o que está fazendo, então está rejeitando o Senhor, portanto, é rejeitada por Ele, e a rejeição Dele é definitiva, e a pessoa não consegue mais se arrepender, para que seja digna de ir para o sofrimento eterno. Mas essas pessoas que não têm mais perdão, que estão vivendo a situação do perdão impossível são aquelas que tinham, ou têm pleno conhecimento do Senhor, pessoas que já receberam dons do Senhor, que já receberam o Espírito Santo, ou seja, que se fizeram participantes do Espírito de Deus. Por esse motivo, quando alguém se dizendo pastor comete erro, pecados sérios, mesmo tendo o Evangelho, mas se desviando Dele, torna-se imperdoável. Assim, por mais que estejam em púlpitos pregando, orando, são pessoas mortas espiritualmente, já não conseguem ter temor do Senhor. “Pois a terra que embebe a chuva, que cai muitas vezes sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção da parte de Deus; mas se produz espinhos e abrolhos, é rejeitada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.” (Hebreus 6:7-8).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perseverar