• Pr. Henrique Lino da Silva

Dia do Senhor



“Mas, irmãos, acerca dos tempos e das épocas não necessitais de que se vos escreva: porque vós mesmos sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão.” (1 Tessalonicenses 5:1-3)

As pessoas, especialmente as que se identificam como crentes, evangélicas, gostam muito de falar, especular sobre a vinda, a volta do Senhor Jesus; e muitas vezes quando as ouvimos, percebemos que falam muitas besteiras, porque falam de modo totalmente contrário à Palavra de Deus. Jesus deixou claro que nem Ele mesmo sabia quando sua volta iria ocorrer, somente o Pai, mas mesmo assim Ele citou vários sinais que deveríamos observar, que iriam acontecer antes, e falou claro como seria a sua volta. Jesus não sabia quando seria a sua volta, mas Ele sabia e sabe como será, e nos falou. O que faz com que as pessoas fiquem especulando, traçando teorias absurdas é o fato de não lerem a Bíblia, de não meditarem em sua Palavra, pois tudo está revelado. As pessoas estão preocupadas em se divertir, em curtir e desfrutar da vida aqui, estão ansiosas por adquirirem patrimônios, conquistarem coisas, estão fazendo festas para tudo, regadas a bebidas alcoólicas, a drogas, e quando menos esperarem, então o sofrimento, a dor, a derrota chegarão, e por mais que clamem, não haverá mais ninguém para ouvir, para atender, pois hoje quem intercede, ajuda, socorre, perdoa é o mesmo que virá como Juiz, somente para julgar. Hoje as pessoas dizem não terem tempo para se dedicarem às coisas do Senhor, pois estão muito ocupadas em trabalhar, cuidar da família, do corpo, em ganhar dinheiro, e não sabem que a qualquer momento tudo será destruído, tudo acabará, inclusive elas mesmas, e não terão mais oportunidade de se arrependerem. Jesus está voltando, basta analisar no Evangelho de Mateus o capítulo 24 que veremos que muitos dos sinais sobre os quais Jesus falou já se cumpriram, e outros estão se cumprindo, por isto sabemos que já são os últimos tempos, que a corneta logo tocará, e então a hora chegará, alívio e refrigério para os salvos e dor, tormento e sofrimento para os rebeldes, os que não creram, os que não se submeteram ao Senhor.

“Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que aquele dia, como ladrão, vos surpreenda; porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas;não durmamos, pois, como os demais, antes vigiemos e sejamos sóbrios. Porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embriagam, embriagam-se de noite; mas nós, porque somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançarmos a salvação por nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele.” (1 Tessalonicenses 5: 4-10). Eu acredito que as pessoas que se dedicam, que todos os dias tiram um tempo para meditarem na Palavra de Deus e que procuram viver da maneira que agrada o Senhor, elas serão salvas, elas não passarão pela dor, pelo sofrimento. Temos que entender que para as pessoas que se dedicam a viver em conformidade com a Palavra de Deus não é fácil, então sabemos que até o último momento aqui estaremos enfrentando lutas e acusações, perseguições e sofrimentos, mas também sabemos que iremos desfrutar de paz eterna, de uma alegria incomparável com qualquer coisa que conhecemos e imaginamos. Aqui somos luzes, pois estamos em um mundo que está perdido, derrotado, morto nas trevas, e por tal motivo, se estamos na Luz, que é Jesus, então também somos luzes, e a luz sempre vai incomodar as trevas. Nosso dever é viver prontos, esperando a volta do Senhor, estarmos em constante vigilância para que não percamos a nossa salvação, porque podemos ser pegos desprevenidos, e aí nada do que fizemos anteriormente servirá para nos salvar. Assim a Palavra é: vigiemos. “Pelo que vos exortai uns aos outros e edificai-vos uns aos outros, como na verdade o estais fazendo. Ora, rogamos-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós, presidem sobre vós no Senhor e vos admoestam; e que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Tende paz entre vós.” (1 Tessalonicenses 5:11-13).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perseverar