• Pr. Henrique Lino da Silva

Cuidado



“Quanto ao mais, irmãos meus, regozijai-vos no Senhor. Não me é penoso a mim escrever-vos as mesmas coisas, e a vós vos dá segurança. Acautelai-vos dos cães; acautelai-vos dos maus obreiros; acautelai-vos da falsa circuncisão.” (Filipenses 3:1-2)

A ordem é nos alegrar no Senhor, não no mundo, não nos prazeres do mundo, ou atender às vontades e desejos da carne, e sim encontrarmos a alegria no Senhor, pois só de sabermos que Ele é a fonte da vida nos é mais do que motivo suficiente para nos alegrarmos. Não somos como as pessoas que não conhecem Cristo, que precisam das coisas do mundo para se alegrarem, para se sentirem felizes, não precisamos de álcool, de drogas, de bailes, de danças, nada disto, nós precisamos somente da presença do Senhor, que preenche todo o nosso interior e nos transforma em pessoas alegres e felizes. Assim como o apóstolo Paulo afirma, também nós – porque eu também não me canso de falar e repetir quantas vezes necessário for, ou quantas vezes o Senhor determinar, repetir –todos nós devemos procurar nos alegrar no Senhor, devemos eliminar das nossas vidas as coisas do mundo, tirar tudo o que não presta, que não está de acordo com o Santo Evangelho das nossas mentes e preenchê-la com Cristo. Por isto devemos viver em alerta, não esquecendo que o nosso adversário, o inimigo da nossa alma, nos rodeia, querendo uma brecha para nos atacar e nos destruir, portanto, essa quantidade de oferecimento de coisas só serve para nos afastar do Senhor. Temos que tomar muito cuidado, principalmente com aqueles que se dizem crentes, evangélicos ou supostos pastores, mas que não pregam, não ensinam, não vivem de acordo com a vontade de Cristo. Destes temos que nos afastar, tomarmos distância, porque estão a serviço das trevas, e de maneira sorrateira querem conduzir as pessoas de maneira enganosa para as trevas. Apesar de citarem o Nome do Senhor (que é Santo para todo o sempre amém), agem totalmente ao contrário e induzem as pessoas a viverem no pecado como se estivessem fazendo a vontade de Deus. Mas, se formos cuidadosos, sempre iremos avaliar tudo o que nos falam e querem ensinar pela Bíblia, pelo Novo Testamento, pela Nova Aliança feita no Sangue Carmesim de Jesus Cristo de Nazaré. São cães devoradores de almas, pois estão conduzindo muitos para a morte eterna, e essas almas estão indo no engano, pensando que estão fazendo o certo, por estarem em alguma congregação que cita o Nome do Senhor.

“Porque a circuncisão somos nós, que servimos a Deus em espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne.” (Filipenses 3:3). Nós somos os verdadeiros seguidores de Cristo, porque pautamos nossa vida, nossa existência em Cristo, e não buscamos prazeres, alegrias no mundo, mas buscamos tudo em Cristo. Não podemos nos comparar a este mundo gospel, evangélico, onde se apregoa um evangelho adocicado, e onde o centro não é Cristo, mas o ser humano, onde a preocupação é a prosperidade, são as coisas do mundo, é o compromisso com o bem-estar financeiro e material, e não o espiritual. Nós não confiamos em nossa carne, sabemos que ela é fraca e corrupta, por isto tudo fazemos para crescermos, nos fortalecermos espiritualmente. Não buscamos em Cristo realizações aqui, buscamos perdão, buscamos ensinamentos, sabedoria que vem do alto, buscamos nos humilhar diante Dele, e não nos exaltar como se apregoa neste mundo gospel. Sabemos quem somos e de onde viemos, e temos consciência de que só estamos em pé graças às misericórdias do Senhor, que não merecemos nada, que não temos direito a nada, mas graças às infinitas misericórdias do Senhor estamos de pé, e se for a sua vontade, estaremos até o grande dia. “Se bem que eu poderia até confiar na carne. Se algum outro julga poder confiar na carne, ainda mais eu: circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei fui fariseu; quanto ao zelo, persegui a igreja; quanto à justiça que há na lei, fui irrepreensível.” (Filipenses 3:4-6). Não importa se a pessoa nasceu em um suposto lar evangélico, ou se é bonzinho, se frequenta templos denominacionais, se ora, se sobe a montes, se participa de campanhas, se dá boas ofertas, se ela não for uma verdadeira praticante do Evangelho, isso de nada serve. Não importam as suas vestes ou o tamanho da sua Bíblia, o que importa é a sua obediência e simplicidade diante do Pai. “Mas o que para mim era lucro passei a considerá-lo como perda por amor de Cristo” (Filipenses 3:7).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Promessa