• Pr. Henrique Lino da Silva

Conheço as tuas obras



“Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua perseverança; sei que não podes suportar os maus, e que puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança e por amor do meu nome sofreste, e não desfaleceste. ” (Apocalipse 2:1-3)

Sabemos pela própria Palavra que quem tem a sua direita (destra) as sete estrelas é Jesus Cristo, pois, quando Ele se apresentou para João na ilha de Patmos, assim ele se identificou. Basta voltarmos um pouco e no capítulo 1 desse mesmo livro de apocalipse o veremos dessa forma, bem como o que anda no meio dos sete candeeiros de ouro. Portanto, sabemos que é Ele quem está falando e não somente para a igreja de Éfeso. As cartas que Ele envia para as igrejas citam exatamente um problema diferente, para que possam abranger todas as igrejas, digo toda congregação, denominação. Vejamos que todas as cartas para as igrejas o Senhor as envia ao anjo da igreja, que é o pastor, o responsável, e ele é quem vai prestar contas ao Senhor sobre o comportamento da igreja. Deveríamos compreender que a responsabilidade do pastor, que é o anjo responsável pela congregação, é séria e pode conduzi-lo ao sofrimento eterno, porque a nossa função não é outra a não ser ensinar o Evangelho, ensinar sobre Jesus, educar todos de acordo com a vontade do Senhor. O pastor não pode em hipótese alguma trazer outros ensinamentos, não pode ser bonzinho, tolerante com o pecado, ele deve simplesmente falar e fazer o que o Senhor manda. Veja que aqui Ele alerta ao pastor que sabe e conhece as suas obras e perseverança. Sabe que ele não pode e nem consegue suportar os maus, os que se dizem ser pastores também, que se auto intitulam autoridades eclesiásticas, mas são falsos, mentirosos, porque não praticam a Palavra de Deus. Assim também nós vivemos onde predominam, abundam os falsos pastores, falsos pregadores, mas que hoje são aceitos e tolerados pela maioria. O que eles não sabem é que o Senhor está vendo tudo, e todos eles irão prestar contas dos seus atos, somos chamados de anjos da igreja porque estamos a serviço do céu e não da terra ou do ser humano.

“Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres. ” (Apocalipse 2:4-5). Veja que o Senhor elogiou, exaltou a qualidade, a seriedade do pastor em não concordar, não aceitar os falsos pastores, os falsos pregadores, mas mesmo assim chamou atenção dele ter deixado o primeiro amor. Isto é, com o tempo, o pastor não tinha tanta dedicação, tanto amor para com a obra do Senhor, talvez já não lia mais tanto a Bíblia, não pregava, não ensinava tanto como no início. Às vezes o cansaço, as lutas nos trazem esfriamento e tolerância com o erro, pois já não condenamos com tanta veemência como deveríamos, como no início fazíamos. Por isto temos sempre que nos analisar, nos examinar à luz do Evangelho, para que estejamos sempre em pleno vigor espiritual para combater as heresias, as mentiras, condenar os pecados e erros, não permitir em hipótese alguma a rebeldia e desobediência em nossos templos, porque somos os responsáveis pela conduta da igreja diante do Senhor. Observamos que o Senhor ainda dá uma chance para que nos arrependamos, para voltarmos a agir como no início, para que possamos ser verdadeiros homens de Deus, e temos que observar que o chamamento para o arrependimento é para o pastor da igreja, o anjo da igreja, e olha que não existe anja, os erros da igreja cairão sobre as costas do pastor. “Tens, porém, isto, que aborreces as obras dos nicolaítas, as quais eu também aborreço. ” (Apocalipse 2:6). Vemos que novamente o Senhor exalta mais uma virtude, ou melhor, o comportamento certo de não concordar com certos grupos de pessoas que o Senhor também não aceita. Por isto o pastor não pode aceitar erro nenhum de quem quer que seja; que fique com a igreja vazia, mas cheia do Senhor. “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus. ” (Apocalipse 2:7).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Promessa