• Pr. Henrique Lino da Silva

Batalhar pela fé

“Judas, servo de Jesus Cristo, e irmão de Tiago, aos chamados, santificados em Deus Pai, e conservados por Jesus Cristo: Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados. Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.” (Judas 1:1-3)

Judas que era um nome comum à época naquela região, assim como Jesus também era um nome comum, prova tal que o primeiro nome de Barrabás era Jesus. Aqui esse Judas era o irmão carnal de Jesus, pois era filho de Maria e José, irmão também de Tiago, e tanto Tiago como Judas só vieram a se converter depois que Jesus tinha morrido e ressuscitado. Essa carta ele escreve não a todos os judeus ou hebreus, nem para todo o mundo, mas para aqueles que entregaram as suas vidas a Cristo, para os que vivem de maneira santa. E assim como todos fazem, ele inicia a carta saudando com o cumprimento cristão, desejando que misericórdia, paz e amor sejam multiplicados na vida de todos. Sobre essa carta que nos é enviada devemos meditar para que possamos aprender e colocar em prática esse aprendizado, esse alerta que ele nos dá. Judas nos exorta a batalhar pela fé, ou seja, sabemos que viver pela fé não é fácil, caso contrário não seria usada a palavra batalhar. Assim, temos a certeza de que devemos enfrentar lutas, mas viver de acordo com a Palavra de Deus, que é batalhar pela fé. Muitos pensam que ter fé é somente falar que têm fé, fazer algumas orações e ir a templos, e até mesmo fazer alguma leitura mecânica da Bíblia. Mas batalhar pela fé é nos obrigar a viver segundo a Doutrina de Jesus Cristo. “Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a Graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.” (Judas 1:4). Judas nos alerta e nos faz lembrar que muitos se infiltram em nosso meio ensinando heresias, mas que isso não é anormal, mesmo porque o Senhor já nos tinha alertado. As pessoas não percebem que estão sendo desviadas da presença do Senhor por certos pregadores que até citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas que com os seus ensinos as fazem se afastar, porque eles também não conhecem Cristo. “Mas quero lembrar-vos, como a quem já uma vez soube isto, que, havendo o Senhor salvo um povo, tirando-o da terra do Egito, destruiu depois os que não creram.” (Judas 1:5). Não podemos brincar de sermos cristãos, não podemos ficar somente correndo atrás de bênçãos, e nem sendo somente religiosos, porque, se não cumprirmos com as nossas obrigações sendo obedientes à Palavra de Deus, com certeza seremos eliminados. Temos muitos exemplos na Bíblia de como Deus puniu e destruiu todos os que não foram fiéis a sua Palavra, os que preferiram o pecado. O amor de Deus é revelado em toda a sua Palavra, vemos isto quando Ele, cumprindo a sua Promessa, tirou o povo hebreu do Egito com milagres e maravilhas. Mas esse povo que era cuidado por Ele, povo que viu tantos sinais, que viu o mar se abrir para eles passarem, que viu o exército que os perseguia ser engolido pelas águas do mar, que viu e se alimentou do alimento que caía do céu, que bebeu água que saía da rocha que simbolizava Jesus, que viu as suas roupas e sandálias durarem sem envelhecerem ou estragarem, esse povo que recebeu o maior cuidado de Deus também foi destruído por Deus por causa das suas desobediências. “E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande dia.” (Judas 1:6). Também temos como um dos maiores exemplos os anjos, que eram querubins do Senhor, mas que foram invejosos, traidores, e por isso o Senhor os expulsou e os remeteu para baixo, e hoje são o diabo e seus demônios que vivem a assolar. Portanto, devemos analisar: se o Senhor não perdoou os anjos que erraram, por que Ele iria aceitar as nossas ações malignas? Se sabemos o que devemos e o que não podemos fazer, e se teimarmos em praticar atos contra a vontade Dele, podemos ter a certeza de que seremos enviados por Ele para a vergonha, desonra e morte eterna. Devemos ficar alertas, porque muitos estão banalizando o pecado e dando a entender que Deus sempre vai nos perdoar, e não é assim, o perdão só vem quando nos arrependemos, nos confessamos ao Senhor e clamamos pelo seu perdão, caso contrário, não seremos perdoados. “Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.” (Judas 1:7). Temos também que analisar que Deus destruiu duas cidades e seus arredores por serem habitadas por pessoas que amavam os pecados e rejeitavam Deus. Temos que compreender que o Senhor eliminou todas as pessoas que ali viviam, tanto homens como mulheres e crianças. Portanto, se somos inteligentes, devemos saber que a nossa desobediência gera a morte, e, independentemente de qualquer situação, não existe nenhuma atenuante, a não ser arrependimento, confissão e abandono do erro, da rebeldia do pecado. “E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades.” (Judas 1:8). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br – O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Paz