• Pr. Henrique Lino da Silva

Autoridades



“Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.” (Romanos 13:1) Devemos sempre pautar as nossas vidas pela Palavra de Deus, sempre analisarmos à luz do Evangelho o que vamos fazer, falar, porque muitas vezes nos enganamos, nos confundimos, por querermos fazer tudo segundo a nossa vontade, a nossa carne. Basta observarmos como há pessoas que se identificam como evangélicas, crentes, pastores, que se rebelam contra as autoridades constituídas. Nós, como seguidores de Jesus, não podemos em hipótese alguma participar de greves, não podemos incentivar nem aconselhar ninguém a participar de greves, não importa se é por aumento de salário ou por discordância da política municipal, estadual ou federal. Greve é rebeldia, é rebelião, e o líder dos rebeldes é o diabo, que se rebelou contra Deus juntamente com um terço dos anjos, mas vemos o resultado do que aconteceu: ele foi condenado ao fogo eterno. Não soubemos de em nenhum momento Jesus se rebelar contra Roma, contra César, não ouvimos falar de Ele incentivar os seus discípulos a agirem contra o governo, apesar de Israel viver no domínio e opressão do governo Romano. “Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação.” (Romanos 13:2). Todas as pessoas que resistem às autoridades constituídas, sejam municipais, estaduais, federais, ou simplesmente um chefe, um patrão, ou uma liderança, estão indo frontalmente contra a Palavra de Deus, porque não existem desculpas, não importa se a autoridade é desonesta, maldosa, cruel, ou se está perseguindo a pessoa. Quando nos rebelamos contra qualquer autoridade, estamos rebelando contra o próprio Senhor Deus, porque lhe estamos desobedecendo. Se Ele nos manda submeter a todas as autoridades, e não o fazemos, se nos rebelamos por qualquer motivo, estamos, primeiramente, nos rebelando contra Ele. Assim, não podemos falar que somos cristãos, que o amamos, uma vez que quem o ama é quem pratica a sua Palavra. E se formos desobedientes, com certeza seremos hipócritas, pois gostamos de afirmar que o amamos e lhe obedecemos. Desta maneira, sempre alerto que devemos tomar muito cuidado para não sermos enganados por falsos pregadores. “Porque os magistrados não são motivo de temor para os que fazem o bem, mas para os que fazem o mal. Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela; porquanto ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus, e vingador em ira contra aquele que pratica o mal.” (Romanos 13:3-4). Uma vez que sabemos que todas as autoridades são constituídas por Deus, se estamos sofrendo nas mãos de determinadas autoridades, é necessário nos examinar, vermos em que estamos errando, porque sabemos que nada acontece sem a vontade ou permissão do Senhor. Também podemos estar sendo treinados, capacitados por Deus, ou sendo corrigidos, e em ambos os casos devemos simplesmente glorificar o Nome do Senhor e jamais nos rebelar, porque, se acharmos ruim reclamar das correções do Senhor, então estaremos nos rebelando, e rebeldia é pecado, e grave. Temos que entender que o cristão tem consciência de que aqui é o lugar de sofrimento, porque este mundo está morto no diabo, aqui é o lugar somente das nossas peregrinações. Assim, se estamos em Cristo, sabemos que sofrimentos, lutas nos aguardam, do mesmo modo que sabemos que existe um descanso e que estamos peregrinando em direção a Ele, onde por toda a eternidade não existirá nenhuma espécie de lutas ou sofrimentos. A justiça não foi feita, criada para nos agradar ou alegrar, mas simplesmente para ser justa; e jamais poderemos nos autointitular pessoas justas, pois não o somos, o Único justo foi e é Jesus Cristo. Antes de julgarmos uma autoridade que achamos ser corrupta, desonesta, ou incompetente, devemos nos julgar a nós mesmos. Meditemos nisso. “Pelo que é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente por causa da ira, mas também por causa da consciência. Por esta razão também pagais tributo; porque são ministros de Deus, para atenderem a isso mesmo. Dai a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei.” (Romanos 13:5-8). Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe. Um abraço, Pr. Henrique Lino

Se você está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perseverar