• Pr. Henrique Lino da Silva

Ajudar



“Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, vós que sois espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão; e olha por ti mesmo, para que também tu não sejas tentado.” (Gálatas 6:1)

Quando nos deparamos com um irmão que está incorrendo em algum erro, que está cometendo algum pecado, é nosso dever, nossa obrigação chamá-lo e alertá-lo, pois pode acontecer que ele esteja cometendo tal ato sem saber que está errando, talvez esteja ainda na ignorância. Por isto é necessário que o chamemos e mostremos no Evangelho o seu erro, para que ele possa então abandoná-lo. Mas se o irmão quiser perseverar no erro, se quiser arranjar alguma desculpa para continuar no erro, então sabemos que ele não ama o Senhor, assim devemos nos afastar dele. Temos que alertar todos os irmãos que estejam em erro e sempre mostrar no Evangelho onde estão errando, mas devemos ficar alerta para também não cairmos em erro. Primeiro, se a pessoa que está errando não quiser abandonar o erro, nós devemos nos afastar dela para que também não sejamos contaminados com o erro, e em pouco sejamos até mais pecadores do que a pessoa que queríamos alertar. Devemos saber que concordância com o pecado é pecado, se nos silenciarmos diante do pecado, estaremos incentivando-o. “Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Pois, se alguém pensa ser alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo.” (Gálatas 6:2-3). Nosso dever é ajudar o próximo, é amar o próximo como a nós mesmos, portanto, assim como buscamos a nossa salvação, devemos também buscar a dos nossos irmãos. Assim, quando percebemos que alguém está cometendo erros, temos que chamá-lo e mostrar-lhe o seu erro, lembrar-lhe que quem está cometendo pecado não será salvo. Muitos são enganados pela sua carne, por sua vontade, e também por falsos ensinos, mas, se realmente somos espirituais, temos que viver atentos ao Evangelho e assim termos conhecimento, para que possamos também estar ajudando outros, porque, se nós mesmos não conhecemos o Evangelho, então não conhecemos Jesus, portanto, não temos condições de ajudar o irmão. Por isto Jesus disse que é necessário tirar a trave dos nossos olhos antes de tirar o cisco do olho do irmão. Para podermos ajudar, socorrer o irmão, temos que estar vivendo em santidade, temos que estar vivendo de acordo com a Palavra de Deus, porque não importa se não estivermos cometendo o mesmo pecado, se estivermos cometendo qualquer um, não teremos condições de orientar ninguém.

“Mas prove cada um à sua própria obra, e então terá motivo de glória somente em si mesmo, e não em outrem; porque cada qual levará o seu próprio fardo.” (Gálatas 6:4-5). Temos que sempre nos examinar à Luz do Evangelho se estamos realmente vivendo de acordo com Ele, caso contrário, devemos saber que já fomos reprovados. Não podemos deixar nos enganar por falsas pregações, por pregadores profissionais, cujo único objetivo é extorquir as ovelhas do Senhor. Temos que saber que não é a nossa frequência a um templo denominacional que nos salva, que não é o valor das nossas ofertas, ou por participarmos de algumas campanhas, e muito menos por fazermos votos. Temos que saber que só podemos ser salvos em Jesus e por Jesus, e para isto basta tão somente que nos unamos a Ele, e a única maneira de nos unir a Ele é pela obediência a sua Palavra. Assim, temos que viver em tempo integral em obediência, sabendo que ninguém, a não ser Jesus, pode nos salvar, não é uma oração de alguém que nos salvará, não é a intercessão de alguma pessoa, o que nos salva é sempre estarmos em Jesus. “E o que está sendo instruído na Palavra, faça participante em todas as boas coisas aquele que o instrui.” (Gálatas 6:6). Aquela pessoa que nos instrui, nos ensina de acordo com a Palavra de Deus, nós temos a obrigação de ajudá-la em tudo, temos que ajudar com orações, trabalhos, se necessários, e financeiramente, mesmo porque é a pessoa que dedica seu tempo para nos ensinar a viver na presença do Senhor e a escapar deste mundo tenebroso. O Evangelho é para ser vivido, e não somente falado, não podemos estar falando que amamos Deus, que somos seus filhos se não vivermos exatamente para amá-lo, porque amar é obedecer. “Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque quem semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas quem semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.” (Gálatas 6:7-8).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Promessa