• Pr. Henrique Lino da Silva

Ajudador



“Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais, e do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado. Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora.” (João 16:7-12)

 

                  Jesus, falando com os seus discípulos, afirma que era necessário Ele ir para que o Espírito Santo de Deus pudesse vir. Tudo já estava planejado, Jesus tinha que passar pelas perseguições e aflições, assim como tinha que passar pela morte e vencê-la. Temos que compreender que, quando Cristo veio ao mundo, ali na manjedoura, estava simplesmente cumprindo os planos do Pai. Também temos que entender que Ele não estava recebendo uma punição ou castigo do Pai, não estava enfrentando a ira de Deus, ao contrário, era o Amor do Pai por Ele e também por toda a humanidade. Jesus tinha que vir e passar pelo que Ele passou, tinha que ir de volta para o Pai, e assim o Pai enviar o seu Espírito, o Ajudador, o Consolar. Sabemos que Ele já veio, assim como todos os que o amam, e Ele convence todos do pecado, da justiça e do juízo, isto porque quem vive em desobediência sabemos que está no pecado e padecerá por toda a eternidade, pois está apartado do Senhor, não o aceita, não crê no seu Nome, pois, se cresse, viveria em obediência. Convence-nos da justiça porque Jesus esteve em nosso meio, habitou entre nós, mas foi para o Pai e não o vemos com os olhos físicos, mas sabemos que Ele voltará e que a sua Palavra se cumprirá. Ninguém absolutamente ninguém vê Jesus hoje com os olhos físicos, a não ser na sua Palavra, no seu Evangelho e na sua obra, isto porque, apesar de estar em um corpo glorificado, Ele está junto com o Pai. Todas as pessoas que afirmam que veem Jesus estão sendo enganadas, vivendo emoções, ou estão precisando de libertação urgente.  O Juízo de Deus já condenou o diabo, que é o príncipe deste mundo. Todos nós seremos submetidos ao julgamento, ao Juízo de Deus, exceto o diabo, que já foi julgado, já foi sentenciado ao fogo eterno, apesar de hoje ele ainda estar livre, mas a sentença dele já existe, e ele sabe disso, por isto tanto empenho em destruir o povo de Deus.

         “Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras. Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará. Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso eu vos disse que Ele, recebendo do que é meu, vo-lo anunciará. Um pouco, e já não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me- is. Então alguns dos seus discípulos perguntaram uns para os outros: Que é isto que nos diz? Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis; e: Porquanto vou para o Pai?” (João 16:13-17). Jesus continuando explicando aos discípulos, fala que, quando o Espírito Santo viesse, falaria, nos ensinaria, nos revelaria tudo, porque o Espírito fala de Deus. O Espírito Santo não fala Dele mesmo, mas fala do que ouviu e viu, e Ele e ouve tudo do Pai, mesmo porque Ele é o Espírito do Pai, é o Espírito de Deus; e quem conhece mais sobre uma pessoa do que seu espírito? E o Espírito Santo não fala, não nos revela o passado, pois todos nós já sabemos o que passou, mas Ele nos revela sobre o futuro, sobre o que há de vir, de acontecer. Tudo o que Deus Pai tem pertence a Jesus, e Ele nos dá se nos unirmos a Ele em obediência e submissão, por isto devemos buscá-lo cada vez mais para que possamos nos unir mais e mais a Ele. Hoje temos o Espírito Santo, não estamos sós, temos o Espírito de Deus que tudo nos revela, e sabemos sobre Jesus porque Ele nos fala sobre Jesus, uma vez que Ele recebeu de Jesus. Por isto Jesus dizia que em pouco tempo não o veria mais, e depois passado um pouco tempo o veria e Ele ficaria para sempre conosco, mas quem está conosco, que somos os seus discípulos, é o seu Espírito que nos fala Dele. “Diziam pois: Que quer dizer isto: Um pouco? Não compreendemos o que Ele está dizendo. Percebeu Jesus que o queriam interrogar, e disse-lhes: Indagais entre vós acerca disto que disse: Um pouco, e não me vereis; e outra vez um pouco, e ver-me-eis? Em verdade, em verdade, vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós estareis tristes, porém a vossa tristeza se converterá em alegria. A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo gozo de haver um homem nascido ao mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas eu vos tornarei a ver, e alegrar-se-á o vosso coração, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará. Naquele dia nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo que tudo quanto pedirdes ao Pai, Ele vo-lo concederá em meu Nome. Até agora nada pedistes em meu Nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo seja completo.” (João 16:18-24).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.

Um abraço,

Pr. Henrique Lino


20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perseverar