• Pr. Henrique Lino da Silva

ABRAÃO CREU


Que diremos, pois, ter alcançado Abraão, nosso pai segundo a carne?

Porque, se Abraão foi justificado pelas obras, tem de que se gloriar, mas não diante de Deus.

Pois, que diz a Escritura? Creu Abraão a Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.

Ora, àquele que faz qualquer obra não lhe é imputado o galardão segundo a graça, mas segundo a dívida.

Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça.

Assim também Davi declara bem-aventurado o homem a quem Deus imputa a justiça sem as obras, dizendo:

Bem-aventurados aqueles cujas maldades são perdoadas,E cujos pecados são cobertos.

Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa o pecado.

Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente, ou também sobre a incircuncisão? Porque dizemos que a fé foi imputada como justiça a Abraão.

Como lhe foi, pois, imputada? Estando na circuncisão ou na incircuncisão? Não na circuncisão, mas na incircuncisão.

E recebeu o sinal da circuncisão, selo da justiça da fé quando estava na incircuncisão, para que fosse pai de todos os que crêem, estando eles também na incircuncisão; a fim de que também a justiça lhes seja imputada;

E fosse pai da circuncisão, daqueles que não somente são da circuncisão, mas que também andam nas pisadas daquela fé que teve nosso pai Abraão, que tivera na incircuncisão.

Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão, ou à sua posteridade, mas pela justiça da fé.

Romanos 4:1-13

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ame